Caviar em cápsulas em benefício da beleza da pele

Já consagrado nas formulações de cremes, agora é possível oferecer à pele, via oral, todas as ações de antienvelhecimento que essa iguaria de luxo contém. O lançamento aconteceu no 6º Congresso Internacional de Farmácias e Cosméticos da Consulfarma.

Depois do sucesso do último lançamento em nutricosméticos, o Exsynutriment, que recentemente deu um salto de qualidade nos tratamentos de beleza via oral, agora, a grande inovação do setor é a cápsula de caviar.

Consagrada na Europa e nos Estados Unidos, inclusive aprovado pelos artistas de Hollywood, a cápsula de caviar, proveniente das ovas, foi apresentada aos brasileiros no 6º Congresso Internacional Consulfarma de Cosméticos e Farmácia.

Mika Yamaguchi, Farmacêutica e Consultora Técnica da Biotec Dermocosméticos, empresa que traz a novidade, explica que o produto atua no tratamento global da pele devido à presença de fosfolipídios e proteínas que formam uma barreira epidérmica, mantendo a membrana celular íntegra e hidratada. “Em função da ação destas substâncias, há produção de colágeno e elastina, o que proporciona melhora das rugas, flacidez, brilho, hidratação da pele etc”, comenta Mika. Ela também lembra que esta inovação oferece a vantagem de personalizar o tratamento, ou seja, devido à necessidade de prescrição médica, a quantidade de caviar encapsulada é mais otimizada se comparada aos cremes industrializados.

Fosfolipídios do Caviar Ártico

Assim como no corpo humano, os fosfolipídios do caviar são componentes gordurosos formados por ácidos graxos combinados com o fósforo, encontrados em grande quantidade nas proteínas das membranas celulares (onde facilitam a passagem de gorduras para dentro e para fora da célula) e no sangue (onde atuam no transporte de gorduras). Logo, quando eles se associam aos fosfolipídios das células humanas, os fosfolipídios do Caviar Ártico potencializam toda a estrutura de defesa da membrana celular que, por conseqüência, resulta em benefícios à pele:

• Reduzem o processo inflamatório em peles envelhecidas e expostas à radiação ultravioleta;
• Reduzem o processo inflamatório clínico e a resposta imunológica no processo de psoríase;
• Melhoram a hidratação cutânea;
• Promovem o equilíbrio hídrico da pele;
• Apresentam efeito imunomodulatório;
• Podem melhorar condições cutâneas como dermatite atópica, acne e rosácea, psoríase e outras desordens inflamatórias e autoimunes da pele.